Segundo a lenda, a origem da colomba pascoal surgiu quando o rei Alboino, que governou a Lombardia no século 6º, tomou a cidade de Pavia e estava decidido a queimá-la, quando um padeiro com seu pão doce em formato de pomba da paz amenizou o furor do rei e o dissuadiu de prosseguir com a guerra. Era véspera do feriado da Páscoa, do ano de 572.

Com sabor suave e um preparo mais delicado, a colomba pascal diferencia-se do panetone pela presença mais acentuada de casca de laranja cristalizada — que substitui as uvas passas — e por conter mais manteiga e ovos. Em versões mais incrementadas, o doce é coberto com glacê crocante colorido ou com uma camada de amêndoas (tradicional) e chocolate aromatizado, em decorações sofisticadas e muito sugestivas.